Na gestão estratégica de recursos humanos, a gestão por competências vem apoiando diversas organizações na orientação de seus esforços para planejar, captar, avaliar e desenvolver as pessoas.

Essencialmente, as competências são um grupo de habilidades, conhecimentos e atitudes que os colaboradores precisam para realizar seu trabalho de forma eficaz.

Competências podem variar entre diferentes indústrias e níveis de hierárquicos, mas algumas delas são comumente encontradas em muitos segmentos na avaliação de desempenho, nos processos seletivos e na gestão do conhecimento.

Este guia descreve as competências mais populares que você pode aplicar na avaliação da sua empresa e que você vai encontrar durante a sua procura de emprego:

Gestão de pessoas

Gerenciar pessoas é geralmente uma competência reservada para funções de supervisão ou de gestão, mas também pode ser esperado de profissional júnior.

Ser capaz de gerir os funcionários pode ser a parte significativa da sua função na empresa. Portanto, é importante que você possa considerar as habilidades de gestão de pessoas.

1. Formação e desenvolvimento

Esta competência pode ir desde a identificação de oportunidades de treinamento e desenvolvimento até ajudar os colaboradores individualmente a atualizar seus conhecimentos. Também pode envolver o desenvolvimento de habilidades, para que seus funcionários possam ser promovidos ou aumentem suas responsabilidades.

Em uma série de funções, as organizações precisam de um profissional empenhado em desenvolver habilidades da equipe e com disposição de participar na formação e desenvolvimento da sua equipe. Exemplos de comportamentos incluem:

  • Identificar de forma proativa oportunidades de treinamento
  • Desenvolver as habilidades de seus funcionários através de tarefas relevantes

2. Gestão de desempenho

Este é um processo contínuo que envolve a garantia de que o desempenho dos colaboradores contribui para as metas do departamento e da organização.

Dentro de sua aplicação, deve ser avaliado como o profissional ajuda a organização a atingir seus objetivos, como ele mantém altos padrões pessoais e da equipe, o que faz quando surgem problemas de desempenho e como você desenvolve seu próprio desempenho e da equipe através de treinamento ou mentoria.

Exemplos incluem:

  • Definir de metas de desempenho claras e mensuráveis (OKR, SMART)
  • Encontrar soluções para problemas que podem afetar o desempenho
  • Avaliar de forma justa sua equipe e superiores

­­

3. Coaching e mentoria

Em certas funções, principalmente em funções técnicas como TI ou programação, pode ser esperado fornecer coaching e mentoria para um profissional júnior. Os gerentes também devem possuir essas habilidades.

Deve ser avaliado se o profissional é capaz de trabalhar com colegas ou parceiros oferecendo coaching e mentoria para melhorar a sua prática e suas habilidades ou avançar seus conhecimentos. Exemplos desse comportamento incluem

  • Compartilhar seus conhecimentos com os outros
  • Ouvir e responder a perguntas de forma eficaz

4. Trabalho em equipe

Atualmente quase todos funcionários de uma empresa precisam saber trabalhar em colaboração como parte de uma equipe para atingir objetivos definidos.

As pessoas que possuem essa competência incentivam o compartilhamento de informações e o trabalho em parceria e encorajam ativamente outros a participar do processo de tomada de decisão.

O Trabalho em equipe (Team building) é importante em todos os níveis dentro de uma organização, não apenas em nível gerencial. Deve ser observada a capacidade de trabalhar com outros departamentos, ajudar colegas do seu grupo de trabalho e saber receber feedback. Exemplos de comportamentos incluem:

  • Responder de forma construtiva às ideias e sugestões dos outros
  • Incentivar a participação ativa e a cooperação dentro e fora da equipe

Trabalho em equipe é uma das competências mais importantes, qualquer que seja a posição dentro da organização.

Desenvolvimento pessoal

desenvolvimento pessoal

O desenvolvimento pessoal é um processo longo de qualquer carreira e é uma maneira de avaliar regularmente suas habilidades e conhecimento, alinhar seus objetivos e maximizar seu potencial.

Há uma série de formas pelas quais você pode melhorar seu próprio desenvolvimento no local de trabalho, como solicitar feedbacks contínuos, realizar avaliações de desempenho, rever suas competências ou superar quaisquer barreiras para adquirir uma nova habilidade.

5. Compromisso com a excelência

Demonstrar um compromisso com a qualidade significa que o profissional se orgulha de seu trabalho e se esforça para oferecer os melhores resultados possíveis.

O colaborador deve sempre estar à procura de oportunidades de melhorar a sua forma de trabalhar, gerar ideias para a melhoria de processos e verificar cuidadosamente o seu trabalho.

Resiliência, determinação e inovação são qualidades que você deve enfatizar se essa competência for alinhada com a cultura da organização. Exemplos de comportamentos incluem

  • Verificar a qualidade do seu trabalho
  • Procurar ativamente novas formas de trabalhar para melhorar a produtividade

6. Pensamento estruturado

Em certas carreiras, os profissionais são obrigados a desenvolver habilidades de pensamento estruturadas e gerar “mapas mentais” (diagramas usados ​​para exibir conexões entre ideias ou conceitos).

Isso pode ser aplicado funções organizadas em projeto ou de capacidade técnica. Definir suas ideias e pensamentos em um padrão lógico usando mapas mentais é uma habilidade essencial nesses tipos de papéis. Exemplos dessa competência incluem:

  • Usar mapas mentais para exibir informações complexas
  • Comunicar informações técnicas especializadas de forma clara e concisa

7. Crescimento na carreira

Muitas organizações olham favoravelmente os colaboradores que são cometidos à progressão da carreira e ao desenvolvimento profissional. Muitas, inclusive, criam planos de desenvolvimento individual (PDI) para auxiliar os funcionários.

Isso mostra que o funcionário é impulsionado, comprometido e visa oferecer o melhor que pode para o negócio. Progressão de carreira pode aparecer sob a forma de promoções ou em atribuições de deveres de posições mais altas. Exemplos incluem:

  • Trabalhar para desenvolver as competências existentes em um nível superior
  • Busca ativa de oportunidades de treinamento que facilitem a sucessão

Liderança

Competências de liderança ajudam as empresas a determinar qual nível de gestão requer certas habilidades. Ao selecionar, avaliar e desenvolver profissionais de gestão, as organizações devem considerar as competências de um profissional e compará-las com as habilidades que precisam de maior desenvolvimento, a fim de ter sucesso dentro de um papel de liderança.

Abordar as competências de liderança dessa maneira pode ajudar as empresas a tomar decisões precisas no recrutamento, desenvolvimento e promoção de gestores de alta qualidade.

8. Gestão estratégica

Todas as empresas precisam ser gerenciadas efetivamente para ter sucesso. A competência de gestão estratégica está relacionada com a coordenação das operações de negócios para alcançar e manter uma vantagem sobre a concorrência.

A gestão estratégica consiste em rever várias áreas de negócio e avaliar dados, sistemas e processos para tomar decisões corretas. Exemplos incluem:

  • Avaliar dados para obter uma visão empresarial
  • A capacidade de analisar múltiplos processos e sistemas simultaneamente

9. Planejamento futuro

Todos os gerentes de sucesso precisam ser capazes de planejar eficazmente. Haverá uma série de áreas de negócios que exigem um planejamento cuidadoso de finanças passando por marketing e até operações.

O profissional precisa demonstrar sua capacidade de meticulosamente planejar atividades de negócios e implementar projetos com sucesso. Exemplos incluem:

  • Identificar as tendências e desenvolvimentos do setor antes do planejamento
  • Antecipar os obstáculos e desenvolver planos de contingência

10. Persuasão e influência sob a equipe

Como gerente o profissional será esperado para influenciar e persuadir uma vasta gama de pessoas em uma variedade de situações. Isso pode incluir influenciar os gerentes de orçamento para ter maior controle de suas finanças, ou persuadir um membro da equipe para mudar uma abordagem ou comportamento que está afetando negativamente o desempenho.

Para efetivamente convencer e influenciar as pessoas em um negócio, o gestor deve definir claramente o que espera, planejar com antecedência e ouvir atentamente aqueles que estão se comunicando. Exemplos de comportamentos incluem:

  • Usar linguagem e exemplos específicos do público-alvo para melhor ilustrar o seu ponto
  • Apresentar vários argumentos em apoio da sua posição

11. Gestão da mudança

Como um profissional de gestão haverá ocasiões em que este terá que passar por um período de mudança organizacional. Isso pode estar relacionado com a estruturação novos de serviços, a redução de orçamentos ou a melhoria do desempenho.

Para impulsionar iniciativas de mudança, o gestor precisa ser receptivo à mudança que ocorre dentro do local de trabalho. Ele também precisa demonstrar habilidades de relacionamento e definir uma direção clara para a organização para que os colaboradores entendam o que é esperado. Exemplos incluem:

  • Ajudar a gerir o impacto emocional da mudança na equipe
  • Adotar mudanças e propor formas de trabalho mais eficazes
  • Planejar comunicação de forma efetiva

Comunicação

Em qualquer negócio, competências de comunicação são absolutamente essenciais. Ser capaz de compartilhar informações verbalmente e por escrito é parte integrante de qualquer posição. Veja o exemplo do papel do business partner, saber comunicar-se efetivamente é essencial para esse papel.

12. Compromisso com a excelência do cliente

Se você está fornecendo produtos ou serviços, seus clientes devem sempre estar na frente das decisões e da prestação de serviços.

A excelência do cliente envolve responder a consultas rapidamente, oferecendo o máximo de informações possível e fornecendo produtos ou serviços que os clientes valorizam. Exemplos incluem:

  • Resolução rápida e eficaz de problemas e reclamações de clientes
  • Adotar processos para rastrear a satisfação do cliente

13. Trabalho colaborativo

Essa competência envolve estabelecer parcerias fortes com colegas profissionais e parceiros externos. Ser capaz de promover o trabalho interdepartamental e as relações com outras organizações é essencial em alguns papéis.

O trabalho colaborativo pode envolver diversos aspectos, incluindo redes, parcerias ou alianças. Exemplos incluem:

  • Expressar interesse pelas experiências e ideias dos outros
  • Trabalhar para construir canais fortes de comunicação com parceiros / departamentos externos

14. Gestão de relacionamento com o cliente

Ser capaz de gerenciar seus relacionamentos com clientes é uma competência crítica para funções comerciais, gestão de projetos e serviços.

Cliente refere-se a quem compra seu produto ou acessa seu serviço. Promover a lealdade com o cliente e entregar a excelência são qualidades importantes que as organizações procuram. Exemplos incluem:

  • Comunicar frequentemente com os clientes para oferecer um melhor serviço
  • Assegurar que as interações com os clientes são sempre educadas e positivas

15. Inteligência social e emocional

Essa competência é muito importante em setores como educação, consultoria e bem-estar. É o processo através do qual você implementa estratégias para entender e gerenciar eficazmente as emoções para alcançar um determinado resultado. Exemplos incluem:

  • A capacidade de reconhecer e regular suas emoções e comportamentos no local de trabalho
  • A capacidade de reconhecer as emoções e perspectivas dos outros e levá-las em conta

16. Técnicas de persuasão

Em certas carreiras, o profissional será obrigado a persuadir as pessoas a adotar o seu modo de pensar e iniciar algum tipo de ação. Isso pode mudar uma maneira de trabalhar ou convencer alguém a assinar um contrato.

Técnicas persuasivas são muito importantes em certas carreiras, tais como funções de vendas ou marketing, bem como para profissionais que trabalham em uma função gerencial. Uma boa forma de desenvolver essa competência é através de técnicas de PNL. Exemplos incluem:

  • Abordar com êxito preocupações fundamentais e apresentar soluções mutuamente benéficas (win-win)
  • Construir relacionamentos bem-sucedidos para assegurar apoio durante as negociações

17. Comunicação escrita

Ser capaz de se comunicar de forma clara e concisa é uma habilidade importante por uma série de razões. O colaborador pode precisar elaborar relatórios ou preparar correspondências.

Até mesmo a comunicação com colegas, clientes e parceiros é muitas vezes realizada através de e-mail. Por isso é importante ser capaz de transmitir a informação de forma sucinta e eficaz. Exemplos de comportamento incluem:

  • Usar linguagem concisa, clara e apropriada
  • Estruturar ideias claramente
  • Utilizar a gramática de forma correta

18. Comunicação verbal

Profissionais devem ser capazes de comunicar eficazmente ao falar com as pessoas. Demonstrar a capacidade em comunicar informações complexas a um público não-técnico também é valorizado pelas organizações.

Em qualquer comunicação verbal o profissional deve sempre garantir uma fala com cuidado e clareza para que seja facilmente compreendido. Exemplos de comportamento incluem:

  • Falar claramente e em um ritmo medido
  • Manter o contato visual para manter a atenção dos ouvintes

Raciocínio lógico

Competências de raciocínio são muito importantes. O profissional precisa ser capaz de demonstrar que é capaz de considerar todos os fatos, pensando de forma inteligente para chegar a decisões importantes.

19. Tomada de decisões

Dentro de muitos papéis diferentes, você deverá tomar decisões – desde priorizar sua carga horária até decisões gerenciais envolvendo colaboradores, padrões de trabalho ou processos.

Para fazer isso, o profissional precisará implantar raciocínio lógico para avaliar as informações que se tem e tomar a melhor decisão na situação atual. Exemplos de comportamento incluem:

  • Analisar dados e informações para tomar decisões
  • A capacidade de priorizar diferentes necessidades de negócios

20. Abordagem metódica

Certas tarefas no local de trabalho exigem uma abordagem metódica, particularmente aquelas que são complexas e que envolvem muitas variáveis. Isso pode significar dividir a tarefa em segmentos mais gerenciáveis ​​ou dividir a tarefa entre uma equipe.

Abordar um projeto metodicamente produzirá melhores resultados do que simplesmente pular direto no problema e tentar encontrar uma solução imediata. Exemplos incluem:

  • Quebrar tarefas complexas em segmentos gerenciáveis
  • Ter a capacidade de identificar possíveis problemas ou obstáculos

21. Identificação de padrões ou conexões

Dentro de muitas funções diferentes, encontrar padrões, avaliar dados e chegar a conclusões é essencial para o negócio.

Posições como marketing, análise de negócios e até mesmo gerenciamento geral exigem que os profissionais demonstrem a capacidade de identificar padrões. Estes poderiam relacionar-se com desempenho de uma equipe, retenção de clientes, vendas ou finanças. Exemplos incluem:

  • Compreender o impacto de padrões e tendências de dados específicos nos negócios
  • Identificar inconsistências nos dados e informações

22. Pesquisa e análise

Revisar informações, coligir dados e tomar decisões baseadas em dados apresenta características significativas em muitas funções.

Como a competência central envolve avaliar os dados de uma perspectiva crítica, ter uma visão holística (Big Picture) e identificar lacunas/falhas para que se possa explorar todas as possibilidades. Exemplos dessa competência incluem:

  • Capacidade de identificar fontes de informação relevantes
  • Utilização eficaz de dados e pesquisas para alcançar decisões informadas e eficazes

23. Resolução de problemas

Resolver problemas é uma habilidade fundamental que todos os colaboradores devem possuir. Pode ser algo simples como substituir numa falta de um colega até algo muito mais técnico, como superar um grande obstáculo durante o curso de um projeto. Exemplos incluem:

  • A capacidade de identificar a causa e os efeitos dos problemas no local de trabalho
  • Analisar as informações existentes para encontrar soluções adequadas
  • Pesquisar fontes de solução dos problemas
  • Comunicar de forma eficiente com profissionais mais experientes

Competências comportamentais genéricas

Embora algumas das competências acima referidas se refiram a indústrias ou funções específicas, existem várias competências que são “transferíveis”. Isso significa que você pode levá-los de uma indústria, como o marketing e aplicá-los em outro, como TI.

24. Inovação e desenvoltura

Ser inventivo consiste em encontrar formas inovadoras para superar obstáculos ou resolver problemas. Ele também pode se relacionar com encontrar maneiras de lidar com situações imprevistas ou desafiadoras usando os recursos que você tem disponível. Exemplos incluem:

  • Utilizar a informação existente para conceber novas formas de trabalhar
  • A capacidade de enfrentar desafios imprevistos usando recursos existentes

25. Confiabilidade

No local de trabalho, a honestidade é um sinal de confiança. Colegas e clientes dependem da capacidade que o profissional tem de tomar decisões confiáveis ​​e fornecer um serviço honesto.

Ser confiável também pode se relacionar com a capacidade de fazer as coisas sem ser constantemente controlado, ou concluir o trabalho sem que seja sempre verificado para garantir que está no padrão certo. Exemplos incluem:

  • Comunicar abertamente e honestamente com colegas e clientes
  • Assumir a responsabilidade pessoal pela qualidade e conteúdo do seu trabalho

26. Controle do estresse

Embora um certo grau de estresse no ambiente de trabalho é normal, as coisas podem ficar fora de controle. Estresse excessivo pode impactar em muitas áreas, incluindo a saúde emocional.

É impossível controlar tudo em seu ambiente de trabalho, mas o profissional deve implementar ações para reduzir seus níveis de estresse. Ser capaz de lidar bem sob pressão e enfrentar quantidades excessivas de estresse são coisas completamente diferentes, então você precisa ser capaz de distinguir entre os dois e procurar o apoio de um colega sênior ou gestor, se necessário. Exemplos incluem:

  • Responder calmamente à crítica
  • Gerenciamento proativo de sentimentos ou sintomas de estresse (saber buscar ajuda)

27. Princípios morais e padrões éticos

A ética tem tudo a ver com princípios morais, e saber a diferença entre o certo e o errado. Eles também podem se referir a comportamentos e padrões, de como realizar o trabalho e a maneira em que você lida com certas situações. Exemplos incluem:

  • Assumir a responsabilidade por erros e erros no seu trabalho
  • Respeitar os acordos de confidencialidade

28. Planejamento e organização

Ser capaz de efetivamente planejar e organizar sua carga de trabalho é muito importante, especialmente em carreiras, como direito, finanças e até mesmo marketing, pois estas são indústrias que são extremamente orientada a prazos.

Planejar é saber coordenar seus recursos e orçamentos para cumprir prazos ou atingir metas. Exemplos incluem:

  • Utilizar os recursos de forma eficaz para alcançar os objetivos
  • Priorizar a carga de trabalho para garantir que os prazos sejam cumpridos

29. Perspicácia nos negócios

As empresas querem um profissional com aptidão para o negócio. Isso pode ser refletido em seus conhecimentos, qualificações ou em realizações através de seu trabalho ou estudos acadêmicos. Exemplos incluem:

  • Analisar os produtos e serviços dos concorrentes para melhor compreender a sua posição
  • Compreender como as tendências da indústria afetam o negócio

Competências técnicas gerais

Competências técnicas gerais

As competências nesta categoria relacionam-se não somente às habilidades com o computador, mas também a sua habilidade de pensar criativamente, de projetar sistemas e de processos inovadores e de desenvolver políticas para facilitar operações.

As competências técnicas cada vez são esperadas e estão se tornando mais importante para a força de trabalho. Empresas comprometidas com o desenvolvimento de seus colaboradores buscam estabelecer uma cultura de aprendizagem contínua. Dessa forma seus funcionários estão sempre se desenvolvendo e aprimorando seus conhecimentos.

30. Pensamento criativo

Desenvolver soluções inovadoras e pensar criativamente é importante em vários setores diferentes.

Isso pode se relacionar com o uso de mapeamento e brainstorm de ideias ou pelo o olhar para algo de uma perspectiva diferente. Exemplos incluem:

  • Utilizar os conhecimentos existentes para desenvolver novas formas de trabalho
  • Trabalhar com outras pessoas para pensar em novas soluções, mutuamente benéficas

31. Tecnologia da informação

A capacidade de identificar como se pode usar sistemas e tecnologia para melhorar as formas de trabalhar. Pode ser implementando uma nova estratégia para organizar dados de clientes, ou desenvolver um sistema para coletar dados de desempenho. Exemplos incluem:

  • Desenvolvimento de novas soluções com a tecnologia existente
  • Atuar como especialista técnico em uma área / programa específico

32. Alfabetização digital

Em muitas indústrias você será obrigado a operar vários sistemas de computador e familiarizar-se com diferentes pacotes de software. Isso pode variar do Microsoft Office básico para um software de computador complexo para funções como contabilidade ou Webdesign.

Dominar certas habilidades de computador é vital em quase todas funções. Exemplos incluem:

  • Capacidade de aprender novos sistemas rapidamente
  • Experiência de usar uma variedade de pacotes de software relevantes

33. Gestão de dados

Cada vez é mais importante saber coletar, gerenciar e relatar dados. Envolve a capacidade de usar dados para melhorar os processos e operações, analisando os resultados e apresentando os resultados a outros. Exemplos incluem:

  • Capacidade de verificação de todos os dados disponíveis para obter uma visão mais completa
  • Utilizar os dados para propor soluções eficazes e identificar riscos potenciais

34. Conhecimento de equipamentos e programas

Se a função envolve a prestação de suporte técnico aos clientes, o profissional precisa adquirir conhecimento aprofundado dos equipamentos e/ou programas.

Isso não só permite que ele entregue serviço ao cliente com excelência, mas também para saber diagnosticar e solucionar problemas mais rapidamente. Exemplos incluem:

  • Entender como equipamentos e programas específicos podem beneficiar o negócio e seus clientes
  • Capacidade de usar o conhecimento existente para diagnosticar problemas técnicos

35. Políticas e planejamento

O desenvolvimento de políticas estabelece uma base na qual as empresas constroem sua cultura e seus valores. Consequentemente, entender como as políticas são criadas e, mais importante, como cumpri-las é uma competência importante que muitas organizações esperam da equipe. Exemplos incluem:

  • Conhecer como e porque a política é importante
  • A capacidade de comunicar eficazmente os valores e cultura do negócio

Qualquer avaliação de desempenho ou processo seletivo pode facilmente incorporar várias das competências acima. Como sempre recomendamos, o importante é utilizar essas informações levantadas dos colaboradores para apoiar no desenvolvimento e bonificar a excelência.

Sua empresa precisa de um modelo de avaliação de desempenho? Clique na imagem e faça download de uma planilha gratuita para avaliar o desempenho de cada funcionário e receber um panorama geral da empresa no final.

planilha avaliação de desempenho